Aguttes leva a leilão Citroën ZX Rally Raid que competiu no Dakar

1 Monat, 1 Woche her - 21 Oktober 2022, motor24
Aguttes leva a leilão Citroën ZX Rally Raid que competiu no Dakar
Em Março de 1991 a Citroën lança o modelo ZX para ocupar a lacuna deixada pelo fim de produção do GSA, em 1986, no segmento C.

Este não tinha sido substituído pela marca francesa devido ao sucesso do modelo BX.Para promover o novo modelo, o Grupo PSA decidiu substituir os Peugeot 405 Grand Raid nas provas de todo-o-terreno por um protótipo que se assemelhasse ao ZX, nascendo assim o ZX Rally Raid. Assim, os primeiros modelos de competição, foram postos a competir no Baja Aragon em Julho de 1990 para testar o modelo para o Rally Dakar do ano seguinte, rali que acabaria por vencer pelas mãos de Ari Vatanen, dando um grande impacto ao modelo. O Rally Dakar seria vencido, posteriormente, pelo ZX nas edições de 1994 a 1996, sempre com Pierre Lartigue ao seu volante.

Estes ZX Rally Raid estavam inicialmente equipados com um motor de quatro cilindros, turbo comprimido e 2,0 litros de cilindrada, passando logo depois para um motor de 2,5 litros, que desenvolvia uma potência na ordem dos 320cv e 490Nm de binário até aos 390cv e 550Nm, podendo atingir os 205km/h de velocidade máxima. O motor está montado na zona central do automóvel. Acoplado ao motor estava uma caixa manual de sete velocidades, que enviava a potência para as quatro rodas. Ao longo das várias evoluções do modelo, a carroçaria produzida em fibra de carbono e Kevlar foi-se afastando do desenho original e tornando-se mais num “protótipo”. No total a Citroën Sport construiu 29 exemplares de todas as versões do ZX Rallye Raid.

Presente neste artigo está o Citroën ZX Rallye Raid EVO 5 de 1995 com o chassis C21-521. Começou a sua vida em 1993 como um ZX Rally Raid Evo 2, com o chassis C21, competindo pela primeira vez no Rally Atlas de 1993, pilotado por Pierre Lartigue, terminando em quarto. Posteriormente, competiu na Baja de Portugal, onde venceu. A sua última participação como Evo 2 foi no Rali Paris-Dakar de 1994, onde terminou em segundo com Hubert Auriol aos seus comandos.

Em 1994 foi alterado para Evo 3 e o chassis passou para o número C321, competindo apenas numa prova, o Rally Atlas, onde venceu. Em 1995 passou para a sua evolução final, Evo 5, com o chassis número C521, nunca competindo nesta especificação, apenas serviu de modelo de desenvolvimento. De salientar que este foi o primeiro ZX Rallye Raid Evo 5 produzido e um de apenas cinco no total, sendo os mais raros, tudo porque foram banidos da competição no final do ano de 1995.

No próximo dia 23 de Outubro este ZX Rally Raid vai a leilão, num evento organizado pela Aguttes, intitulado de L’ Aventure Peugeot Citroën DS, reservada a modelos dessas marcas. O seu valor de venda estimado situa-se entre os 200 e os 300 mil euros.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Support Ukraine