Winnetou, o Skoda criado na Suíça que nunca vingou

4 Wochen, 1 Tag her - 10 Januar 2023, motor24
Winnetou, o Skoda criado na Suíça que nunca vingou
O Skoda Winnetou, também conhecido por Skoda 990 Winnetou, é um protótipo descapotável de dois lugares, que não foi desenvolvido pela Skoda na República Checa, mas sim pelo importador da marca na Suíça, a Glättli AG, também importadores da Goliath e Borgward.

O Winnetou foi desenhado tendo por base o design do automóvel Type D de Bill Devin, construído pela Devin Enterprises, o seu nome provém de uma personagem cinematográfica, o Chefe Apache Winnetou. O protótipo foi apresentado ao público no Salão de Genebra de 1967 e posteriormente no Salão de Paris. A empresa não tinha condições para construir automóveis, mas o objectivo deste protótipo era de demonstrar o automóvel de “sonho” que esta poderia construir.

A base mecânica era do Skoda 1000, também montada na traseira, de quatro cilindros em linha com dois carburadores Jikov, com 988cc, OHV 8v, que debitava 52cv às 5000rpm e 77Nm de binário às 3000rpm. Tinha uma caixa de quatro velocidades manual, que transmitia a potência para as rodas traseiras. Atingia os 130 km/h de velocidade máxima, mas se o modelo passasse para a produção deveria atingir os 160km/h, e chegava aos 100km/h em 30,2 segundos.

O peso deste automóvel era de apenas 590 Kg, sendo a carroçaria em fibra de vidro com o chassis em aço, tendo por base um Skoda 1000 MBX e tinha uma cobertura de lona. A carroçaria em GRP foi construída pela Suren. Tinha uma distância entre eixos de 2400mm. Alguns componentes foram retirados do Volkswagen Carocha.

Como curiosidade este automóvel tinha o preço de 7.900 francos suíços, como não houve interessados, a empresa não continuou o projecto e a produção nunca arrancou. Ninguém sabe ao certo o paradeiro deste protótipo, alegadamente encontra-se sobre a propriedade de um coleccionador holandês.

Uunterstützen die Ukraine