Peugeot VLV, a prova de que os automóveis eléctricos não são de agora

hace 1 año - 8 mayo 2023, motor24
Peugeot VLV, a prova de que os automóveis eléctricos não são de agora
O Peugeot VLV foi o primeiro automóvel eléctrico a ser lançado na década de 40, mais precisamente, a 1 de Maio de 1941, ou seja, em plena Segunda Guerra Mundial.

O seu lançamento deveu-se, unicamente, devido à falta de combustíveis, que estavam a ser racionados para a Guerra. O objectivo era ser utilizado em ambiente urbano, principalmente para a distribuição de correio e serviços médicos, daí a sua designação VLV, que significava Voiture Légère de Ville.

Este pequeno automóvel descapotável de dois lugares, tinha uma autonomia de 80 km. Apesar de ter quatro rodas, as duas rodas traseiras estavam praticamente juntas. Este era um verdadeiro voiturette, termo muito utilizado na época para os pequenos automóveis.

O sistema de quatro baterias de 12V disponibilizava uma potência de 3,3 cv, permitindo alcançar uma velocidade de 36 km/h. O baixo peso, de 365 kg, é devido ao uso de alumínio na construção da carroçaria, pois só as baterias pesavam 160 kg. A sua produção terminou em 1943, quando o regime de Vichy, liderado pelo Marechal Philippe Pétain, proibiu a sua produção. Até essa data, saíram da fábrica 377 exemplares.

Uma particularidade deste automóvel, é que não utilizava o símbolo do leão, típico dos Peugeot, mas sim um raio, para evocar a sua motorização eléctrica.

Apoyamos a Ucrania