RM Sotheby’s leiloa raro Mercedes-Benz 500 SL AMG 5.0

il y a 2 mois - 29 Novembre 2022, motor24
RM Sotheby’s leiloa raro Mercedes-Benz 500 SL AMG 5.0
A AMG, que significa Aufrecht, Melcher e Großaspach, sendo que os dois primeiros nomes são os sobrenomes dos fundadores Hans Werner Aufrecht e Erhard Melcher, e a última palavra é a terra natal de Aufrecht.

Agora subsidiária de alta performance da Mercedes-Benz, conhecida por Mercedes-AMG, foi durante muitos anos uma preparadora independente.O seu foco primordial sempre foram os automóveis da Mercedes-Benz, pois ambos os fundadores trabalharam na marca alemã, inicialmente com o desenvolvimento de automóveis para competição e, posteriormente, na venda de automóveis de estrada com as alterações implementadas na competição. Ao longo da sua história, a AMG não preparou só automóveis da Mercedes-Benz, como é exemplo os dois Mitsubishi que tiveram uma “mão” da preparadora alemã, numa altura em que a marca japonesa procurava corresponder à elevada procura por berlinas potentes no mercado interno.

Até à sua fusão na Mercedes-Benz, que apenas ocorreu na sua totalidade em 2005, a AMG sempre trabalhou de forma independente e sempre na produção de automóveis sob encomenda e com um baixo volume de produção, sendo que hoje estes modelos são bastante procurados por coleccionadores. Exemplo disso é o Mercedes-Benz 500 SL AMG 5.0.

A geração R107 do SL estava a vender bem no mercado norte americano, no entanto, era notório que necessitava de uma versão mais “apimentada” para servir os gostos dos entusiastas mais aguerridos, pois o SL tinha-se tornado num automóvel de luxo e não tanto num desportivo.

A AMG viu aqui uma grande oportunidade de negócio, onde através de uma encomenda especifica e de uma carteira recheada, transformava o SL R107 num automóvel desportivo de performances elevadas, com mais potência, melhor manobrabilidade e aerodinâmica e um aspecto mais “nervoso”. Estes automóveis seriam vendidos através do stand Classic Motors, de Richard Buxbaum, especialista em automóveis exclusivos, em Chicago.

O motor V8 M117 de 5,0 litros de cilindrada recebia bastantes alterações, como caixa de ar polida, admissão trabalhada, árvores de cames específicas e um sistema de escape de melhor fluxo, de modo a aumentar a potência para os 276cv, podendo assim atingir uma velocidade máxima de 250km/h. O diferencial autoblocante traseiro tinha uma relação única de 3.46:1.

Presente neste artigo está o primeiro 500 SL transformado pela AMG com uma caixa manual de cinco relações curtas da Getrag, produzidos de 1982 a 1987. Foi encomendado por Jay Levitt e levado da fábrica da Mercedes-Benz para a AMG, onde iria ser transformado e terminado na cor Black com interior Palomino e bancos Recaro. O automóvel recebeu ainda suspensão “Bilstein for AMG” e umas jantes BBS de 16”.

Após estar, desde 2017, na The Youngtimer Collection este Mercedes-Benz 500 SL AMG 5.0 de 1982 vai a leilão, através da RM Sotheby’s, em Miami, no próximo dia 10 de Dezembro, sem valor mínimo de reserva. O seu valor estimado de venda situa-se entre os 150 e os 200 mil euros.

Soutenons l'Ukraine