J.D. Classics recria Jaguar XJ13 com coração original

hace 3 meses - 20 febrero 2024, motor24
J.D. Classics recria Jaguar XJ13 com coração original
O Jaguar XJ13 foi um protótipo desenvolvido pela marca inglesa para competir nas 24h de Le Mans, desenvolvido por William Heynes e desenhado por Malcolm Sayer.

Infelizmente, o projecto nunca avançaria e apenas um exemplar foi construído, permanecendo sob a posse da Jaguar.O XJ13 encontra-se totalmente funcional e está equipado com um motor V12 de 5,0L de cilindrada e duas árvores de cames em cada cabeça, produzindo 502cv às 7.600rpm. Este motor, colocado na zona central do automóvel, foi desenvolvido durante os anos 50 e tinha na sua base dois motores de seis cilindros em linha XK unidos. Acoplado ao motor está uma caixa manual ZF 5DS/25 de cinco velocidades, que envia a potência para as rodas traseiras.

O protótipo começou a ser construído em 1965 e ficou concluído em Março de 1966, com uma carroçaria construída em alumínio. Infelizmente, com o aparecimento do Ford GT40, o XJ13 necessitava de bastantes melhoramentos para ser competitivo e, como não era prioridade para a Jaguar, acabou por ser “encostado” e não houve mais nenhum desenvolvimento, terminando em definitivo quando a regulamentação foi alterada, limitando a cilindrada aos 3,0L.

Em 1971, com o aparecimento do Jaguar E-Type Series III equipado com o primeiro motor V12 de produção da marca, a Jaguar quis trazer de novo o XJ13 ao MIRA para produzir um filme publicitário. No entanto, quando o XJ13 era conduzido a grande velocidade por Norman Dewis um pneu rebentou, provocando o despiste do automóvel, destruindo-o quase por completo. O piloto não teve qualquer ferimento, mas o mesmo não se pode dizer do XJ13. Em 1973 foi reconstruído, com a ajuda da Abbey Panels, sobrevivendo assim até os dias de hoje.

Agora, a J. D. Classics decidiu recriar um XJ13 da forma mais original possível, procurando o resultado de 45 anos de aperfeiçoamentos. Esta réplica em específico nasceu das mãos de Bryan Wingfield nos anos 80, conhecido por produzir precisamente réplicas do Ford GT40. Passou diversos anos na colecção de Walter Hill e até foi utilizado pela Jaguar para eventos.

Graças à J. D. Classics, esta réplica do XJ13 ganha agora uma nova vida. Acima de tudo, está equipado com um dos seis motores originais construídos para o XJ13. A carroçaria também foi toda refeita, graças à tecnologia de scan 3D do modelo original e reconstruída com o alumínio correcto.A suspensão frontal é idêntica ao do Jaguar E-Type, tal como o original, no entanto, na traseira a J. D. Classics decidiu elaborar alguns melhoramentos com uma suspensão idêntica ao do Ford GT40 e, para isso, decidiu colocar o berço traseiro derivado de uma réplica desse mesmo automóvel.

Designado de “The True Spirit of XJ13” foi mostrado ao público no Salão Rétromobile de 2024, que decorreu entre os passados dias 31 de Janeiro e 4 de Fevereiro.

Apoyamos a Ucrania