Reportar este anúncio!Avaliar isso!Adicionar aos favoritos

1965' Mercedes-Benz Sl-230

€135,000
6 fotos
Corpo: Conversível
Idade: 57 anos
Quilometragem: 58000 km
Deslocação: 2306 cc
Combustível:
Cor exterior: Azul

Histórico de Manutenções

Contrato de crédito ao consumo, sujeito a aprovação. A Prática Irrecusável - Comércio de Automóveis Unipessoal LDA. atua como intermediário de crédito a título acessório sem exclusividade. As informações contidas neste anúncio não podem ser consideradas vinculativas nem constituem condições contratuais de venda, carecendo de confirmação formal, contacte-nos.HISTÓRIA

Para suceder ao envelhecimento 190 SL, a Mercedes-Benz apresentou um novo conversível no Salão Automóvel de Genebra de 1963, desenvolvido com base no sedã W111. Em termos de estilo, rompeu totalmente com seu antecessor. Chamado de 230 SL (código W113), o novo modelo deve muito ao designer francês Paul Bracq que inovou principalmente com o para-brisa côncavo e a capota rígida que o abraça, daí o apelido que logo foi dado ao carro: Pagoda. O carro está disponível como um conversível com a capota dobrada em um compartimento engenhoso, ou na mesma versão, mas também com uma capota rígida, ou como um roadster sem capota. Mecanicamente, o 230 SL adota o motor a gasolina de 6 cilindros em linha do sedan com capacidade de 2306 cm3 e injeção indireta, mas em uma versão mais potente (152 cv a 5.500 rpm e 196 Nm a 4, 200 rpm) permitindo que se aproxime de 200 km / h. A transmissão é mecânica com 4 velocidades. Solidamente construído, com estrutura deformável à frente e atrás, e beneficiando de um acabamento cossado, o 230 SL não é no entanto um desportivo, pesando 1400 kg na balança apesar das portas de alumínio. Em seguida, foi declinado para 250 SL e 280 SL. Ao todo, foram produzidos 48.912 carros, dos quais 19831 foram 230 SLs. Quase metade desses carros foi exportada para os Estados Unidos.

O exemplo em oferta é um dos 6325 230 SL descapotáveis ​​produzidos em 1965.

Apoiamos a Ucrânia